PUBLICIDADE
LAVESET
Dra. Marília
L.A Telefonia
Auto chaveiro
xara
sidney

BENDITO SEJA O ALEMÃO QUE INVENTOU A CERVEJA

     Será? Ao contrário do que todos pensam e diz a letra do samba, a cerveja não foi inventada na Alemanha e sim, no Egito e, provavelmente foi por acaso como a grande maioria das invenções e descobertas antigas.

     Registros arqueológicos indicam que cervejarias existiam no Egito já por volta do ano 5.000 a.C. A maioria delas eram construídas contíguas aos palácios e templos, para onde era canalizada grande parte do produto.

 

     Inúmeras representações em tumbas mostram em detalhes as diversas etapas do processo de fabricação da cerveja no Egito. Dessas, merecem destaque aquelas talhadas em relevo nas mastabas de Ty, Ptahotep e Mereuka em Saqqara, todas datadas do Antigo Reino, V e VI dinastias, aproximadamente 2.300 a.C.

 

     Também dessa mesma época, existem várias estatuetas em pedra retratando cervejeiros ao trabalho, depositados nas tumbas como garantia do fornecimento da cerveja à alma. Muitas podem ser vistas no Museu Egípcio do Cairo.

     Os cervejeiros no antigo Egito eram padeiros, pois inicialmente eram feitos pães de cevada, assados em formas de cerâmica. Depois de resfriados, eram esmigalhados num grande vaso com água onde eram misturados com suco de tâmaras. Os pães se dissolviam e iniciava-se o processo de fermentação.

     Posteriormente a água era peneirada e o líquido envasado em jarros de cerâmica, lacrados com selo de argila. Dias depois a cerveja estava pronta para o consumo.

A CERVEJA NA ALEMANHA

     Pouco antes do início da era cristã, os germânicos, cuja bebida principal na época era o “Hidromel”, obtido pela fermentação alcoólica do mel, tiveram contato com a cerveja. Nesta época, apenas os pobres consumiam cerveja.

     Com o colapso do império Romano, no século V, os monges foram os únicos que preservaram a cultura escrita. Dentre os conhecimentos preservados, estavam os métodos de fabricação de cerveja. Os mosteiros tornaram-se grandes produtores de cerveja durante a idade Média. Entre eles, o mosteiro beneditino alemão Weihenstephan, perto de Munique, que é considerado a mais antiga cervejaria em funcionamento no mundo, tendo recebido autorização real para funcionar em 1040.

 

     A cerveja disseminou-se principalmente no norte da Europa, região cujo clima úmido não era favorável ao cultivo da uva utilizada na fabricação do vinho. As cervejarias e tabernas começaram a se multiplicar nas pequenas cidades europeias.

     Começou a se notar a relação que existia entre a qualidade das águas utilizadas na fabricação da cerveja e a qualidade da mesma. Consequentemente, as regiões famosas pela boa qualidade das águas minerais começaram a concentrar cervejarias. Exemplos são Burtonon Trent, na Inglaterra; Munique, na Alemanha e Pilsen, na República Tcheca.

 

     No século XV, a cidade alemã de Hamburgo era o maior centro produtor de cerveja no mundo. 

NO BRASIL

     Em 1492, Cristóvão Colombo descobriu o continente americano para os europeus. No continente recém-descoberto, os europeus verificaram que os índios consumiam vários tipos de bebidas alcoólicas, entre elas o cauim (cerveja de mandioca) e a chicha (cerveja de milho).

     Em 1808, a cerveja chegou ao Brasil, junto com a família real portuguesa. Em 1853, o imigrante alemão Henrique Kremer fundou, na cidade fluminense de Petrópolis, a primeira marca brasileira de cerveja: a Bohemia. Em 1888, a Companhia Antarctica Paulista, sediada no bairro de Água Branca, na cidade brasileira de São Paulo, lançou a cerveja Antarctica. No mesmo ano, o suíço Joseph Villiger fundou a Manufactura de Cerveja Brahma Villiger & Companhia.

 

     Em 1984, a cidade de Blumenau, no estado brasileiro de Santa Catarina, organizou a sua primeira Oktoberfest: uma celebração das tradições alemãs dos imigrantes, entre elas a cerveja. A Oktoberfest de Blumenau é a segunda maior festa alemã do mundo.

     A palavra "cerveja" vem do nome da deusa romana da agricultura, Ceres. O latim biberis, "beber", originou o nome da cerveja no italiano (birra), inglês (beer), francês (bière), línguas eslavas (pivo) e alemão (bier).

     Então, bendito seja o padeiro egípcio que inventou a cerveja!



PARCEIROS
Guia São Roque
CEP São Roque
searadionaotoca
Aviso Legall
Comunicar erro nesta redação

Se você encontrou erro nesta redação, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao .


Enviar esta redação por email